FAZER DA VIDA UM GESTO DE DOAÇÃO

08:55 - Não comentado



Neste final de semana, a paróquia Nossa Senhora do Rosário promoveu um retiro na Creche São José, no qual participaram pessoas das várias pastorais, movimentos e grupos que compõem a paróquia de Remanso. Aproveitando o início do mês de setembro, período dedicado ao aprofundamento da leitura orante da Bíblia, o encontro teve por objetivo aproximar o fiel católico da espiritualidade presente no Evangelho de São Marcos.

Marcos não foi um dos apóstolos de Jesus, mas sua família sempre O acolheu em sua casa, como, por exemplo, no dia em que Jesus, reunido com seus discípulos, instituiu a Eucaristia. Este fato maravilhoso ocorreu justamente na residência do segundo evangelista do Novo Testamento. Marcos era na verdade discípulo e intérprete de  São Pedro, que o chamava de “meu filho dileto” como podemos ver na sua primeira epístola (1Pd 5,13).

O objetivo do Evangelho de São Marcos é responder as seguintes perguntas: “Quem é Jesus?” e “Quem é o discípulo de Jesus?”. A resposta da primeira pergunta já nos é apresentada no capítulo 1 versículo 1 do evangelho: “Começo da Boa Notícia de Jesus, o Messias, o Filho de Deus”. Marcos é o evangelista que mais destaca em minúcias a ação de Jesus, deixando desta forma que o leitor chegue por si mesmo à conclusão de que a práxis de Jesus é garantia segura de que Ele é de fato o Filho de Deus.

Jesus chamou seus discípulos pelo nome para assumirem a missão de construir o Reino de Deus já aqui neste mundo. (Mc. 1, 16-20; 2, 13-14; 3,13-19). Também nós cristãos somos chamados a anunciar as maravilhas do Reino, sobretudo para os pobres e marginalizados do mundo de hoje. O chamado de Jesus exige que o discípulo esteja sempre disponível a enfrentar novos desafios, pois o comodismo diminui a dimensão libertadora do Anúncio de Jesus.
Ademais, o chamado de Jesus cria no discípulo um grande senso de responsabilidade para com sua comunidade já que sua missão é combater tudo aquilo que atenta contra a dignidade da pessoa humana (Mc. 1, 29-34; 40-45).

A Ir. Maria, uma das assessoras do retiro junto com a Ir. Clara, apresentou oito pontos fundamentais necessários no cultivo da espiritualidade presente no Evangelho de Marcos:

1. Jesus chama seus discípulos para formarem comunidade (Mc. 3, 13-18). Isto significa que o seguidor de Jesus não pode ficar alheio aos desafios e problemas de seu grupo social;

2. Os discípulos precisam desenvolver consciência crítica, pois só assim é possível identificar situações de risco e a manifestação do poder do mal;

3. Os discípulos são convocados a combater, com autoridade, o poder do mal (Mc. 3, 15). O mal se faz presente nas situações em que a dignidade da pessoa humana é desrespeitada;

4. A prática do discípulo, a exemplo de Jesus, busca sempre a restauração da vida para o serviço (Mc. 1, 29-34). Aquele que se compromete a seguir Jesus é uma pessoa de ação (Mc. 1, 14-20; 5, 21-43);

5. A ação libertadora de Jesus é voltada preferencialmente para os pobres, por isso o seguidor de Jesus sempre se mostra aberto para acolher os mais marginalizados (Mc. 1, 40-45);

6. Também a exemplo de Jesus, o discípulo precisa manter uma vida de oração constante, pois só assim ficará cada vez mais unido a Deus (Mc. 1, 35);

7. A missão do discípulo é permanente. Quantas vezes na vida achamos que o serviço que prestamos na comunidade já é o suficiente?

8. A libertação integral só ocorre quando o sujeito, sobretudo o marginalizado, unindo oração e prática, fé e ação, é definitivamente reintegrado na comunidade.

A julgar pelo testemunho dos presentes, o retiro foi um momento de avivamento espiritual.  Todos que ali foram ungidos com o óleo perfumado renovaram sua missão de discípulo/a missionário/a de Jesus. Certamente que assumir a proposta libertadora de Jesus é aprender a enxergar de novo (Mc. 8, 22-26; Mt. 20, 29-34) e perceber que a essência e o espírito da vida humana se concretizam num gesto simples: Amar a Deus com entrega total de si mesmo e ao próximo como a si mesmo (Mc. 12, 28-34).

Irmãs Maria e Clara - Assessoras do Retiro, ambas da Diocese
Irmãs Maria, Clara e Padre Benedito(Remanso)

  • Compartilhe este post:

Administração

Pastoral da Comunicação - Paróquia Nossa Senhora do Rosário, Remanso/BA - Diocese de Juazeiro/BA

Recent Posts

0 comentários:

ATENÇÃO:

Deixe aqui seu comentário. Fique à vontade para opinar ou somente dizer o que achou do artigo!

Proibido deixar dados pessoais como Email, MSN, Telefone, Endereço, etc.
Por favor não use palavras agressivas.
Não faça Spam.

Boletim informativo

Cadastre-se agora para receber as últimas notícias de nosso site!

Powered by Blogger.
back to top