QUARTA NOITE DO NOVENÁRIO DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO

09:57 - Não comentado



A Campanha da Fraternidade deste ano ao tratar do tema da saúde pública mostra a preocupação da Igreja com o desenvolvimento pleno da população brasileira. A saúde é um dom de Deus e por isso precisa ser estendida a todos, porque só assim a vida será abundante e plena.

O legítimo seguidor de Jesus quer fazer com que todas as pessoas tenham vida plena, pois Ele próprio disse que veio a este mundo para servir, para garantir que todos “tenham vida, e a tenham em abundância” (Jo. 10, 10). Em Jesus, Deus se faz servidor, doando Sua vida como resgate em favor de muitos (Mt. 20, 28). Mas quem são os muitos, isto é, os preferidos de Jesus?

Na quarta noite do novenário de Nossa Senhora do Rosário, o nosso querido Pe. José Potter nos lembrou que Jesus fez uma opção preferencial pelos pobres. É isso que podemos ver no discurso que inaugura a Sua missão libertadora: “O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me consagrou com a unção, para anunciar a Boa Notícia aos pobres; enviou-me para proclamar a libertação aos presos e aos cegos a recuperação da vista; para libertar os oprimidos e proclamar um ano de graça do Senhor.” (Lc. 4, 18-19). Ora, se Jesus optou preferencialmente pelos pobres é mais que evidente que Sua Igreja também deve fazê-lo, denunciando as injustiças que atentam contra a dignidade dos filhos amados de Deus.

No Brasil, um dos problemas econômicos e sociais mais graves é a falta de saneamento básico. Os dados mostram, por exemplo, que somente 19% das casas possuem esgoto tratado e que 54,3% dos lares não têm coleta de lixo adequada. Esses dados comprovam que a falta de saneamento básico é problema crônico no Brasil. Daí o motivo pelo qual se faz oportuno o subtema da quarta noite do novenário, visto que sem saneamento básico não há possibilidade de termos saúde de qualidade.

Toda esta situação precária acontece não no centro das cidades, onde geralmente moram as pessoas com melhores condições de vida, mas sim nas periferias das urbes, que são verdadeiros bolsões de pobreza extrema. Daí o seguinte questionamento: por que o poder público não busca promover o desenvolvimento das cidades a partir das periferias já que são nelas que se encontram os maiores problemas e desafios? Por vezes os governantes preferem se manter cegos, incapazes de estabelecer as verdadeiras prioridades do município.

ORAÇÃO

Maria, nossa querida mãe e companheira
No seu hino a Senhora assumiu os anseios de seu povo
E anunciou que Deus eleva os humildes e enche de bens os famintos.
Que a luta dos pobres por melhores condições de vida seja a nossa luta
E que o Reino de amor e justiça anunciado por Jesus seja a nossa causa. Amém.

Confira alguma fotos:
Acolhida da Palavra conduzida por um agente do
Serviço Autônomo de Água e Esgoto 
Professora Lília Regis - Comentarista
Catequistas de nossa paróquia
Agentes da Pastoral do Dízimo
Momento da Ação de Graças
Padres: Benedito, José Potter e Edmundo

Quer ver mais fotos? Então clique AQUI.

  • Compartilhe este post:

Administração

Pastoral da Comunicação - Paróquia Nossa Senhora do Rosário, Remanso/BA - Diocese de Juazeiro/BA

Recent Posts

0 comentários:

ATENÇÃO:

Deixe aqui seu comentário. Fique à vontade para opinar ou somente dizer o que achou do artigo!

Proibido deixar dados pessoais como Email, MSN, Telefone, Endereço, etc.
Por favor não use palavras agressivas.
Não faça Spam.

Boletim informativo

Cadastre-se agora para receber as últimas notícias de nosso site!

Powered by Blogger.
back to top