DEUS ESCUTA O CLAMOR DOS QUE SOFREM

15:41 - Não comentado


O convidado para presidir a celebração da sétima noite do novenário em honra a Nossa Senhora do Rosário, bem como fazer a reflexão do subtema da noite, foi padre Bernardo, pároco da paróquia de Nossa Senhora de Lourdes de Campo Alegre de Lourdes.  Segundo ele, “a fé do povo de Remanso é muito viva. O povo de Remanso preparou e participou com muito amor, com muito carinho e com muita fé desta noite, mostrando que tem fé em Jesus Cristo e em Nossa Senhora do Rosário”.

Refletindo o subtema da noite “Trabalho escravo, jamais”, pe. Bernardo afirmou que “em pleno tempo de democracia, onde se defende o direito da liberdade e da dignidade da pessoa humana, com mais de 100 anos após a abolição da escravidão, existe de forma quase invisível e oculta a prática do tráfico humano, que é uma forma moderna de escravidão”.

No livro do Êxodo (22, 20-26), o autor sagrado mostra que Deus escuta o clamor de seu povo e não tolera a escravidão e as injustiças. Assim, “o clamor das vítimas do tráfico humano, tantas vezes sufocado e não ouvido por nossa sociedade, grita até o céu”, concluiu pe. Bernardo.

“A Palavra de Deus é categórica. Deus jamais aceita a escravidão e a exploração; e mais ainda, Deus não condena apenas toda forma de escravidão, mas liberta as vítimas da escravidão”, afirmou o pároco de Campo Alegre de Lourdes. No Evangelho de São Lucas (4,18), Jesus, o Deus conosco, diz: “O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para pregar a Boa-Nova aos pobres. Ele me enviou para proclamar a liberdade aos presos e a recuperação da vista aos cegos, para libertar os oprimidos”.

“Jesus veio anunciar aos pobres, que são as principais vítimas da exploração e das injustiças, a Boa-Nova de que são amados por Deus e tem o direito a uma vida digna”, garantiu pe. Bernardo. Nós cristãos e cristãs, enquanto seguidores de Jesus, também devemos assumir a missão de Cristo, que é libertar os pobres e oprimidos de todas as formas de escravidão e injustiça. Não podemos nos aprisionar no pecado do comodismo e do egoísmo, mas sim ir ao encontro do outro que sofre. “Somente podemos libertar e anunciar a Boa-Nova de Jesus se nos colocarmos no lugar das vítimas e sermos capazes de sentir sua dor”, afirmou o pregador da sétima noite do novenário.

O que podemos e devemos fazer de concreto para combater a realidade do tráfico humano em nossa sociedade e em nosso país? Padre Bernardo sugere quatro atitudes:

1) Tomar conhecimento desta realidade triste e chocante e procurar compreender como funciona este tipo de escravidão e como nós e a nossa sociedade muitas vezes contribuímos para que ela aconteça. Temos que olhar para esta realidade com o coração de Deus que ama todos os seus filhos e filhas;
2) Duvidar sempre de propostas de emprego fácil e lucrativo;
3) Denunciar com determinação e coragem aos órgãos competentes casos de tráfico humano;

4) Não comprar produtos de empresas denunciadas por vender produtos fabricados através das vítimas do tráfico humano. 

Confira mais fotos

Acolhida da Palavra

Altar
Acolhida da Palavra
Momento em que é apresentada a Palavra
7ª Noite - Anjinha
7ª Noite - Anjinha
7ª Noite - Anjinha
7ª Noite - Pe. Bernardo (destaque)
7ª Noite - momento em que é incensada a Imagem de Nossa Senhora do Rosário
7ª Noite - Preces dos fiéis (Livinha)
7ª Noite - Coroinha Fernando
7ª Noite - Momento do Ofertório (Beronice - Presidenta do STR de Remanso)
7ª Noite - Coroinha
7ª Noite - Momento da Bênção do Santíssimo (Pe. Bernardo - pregador na noite)
7ª Noite - Momento da Bênção do Santíssimo (Pe. Bernardo - pregador na noite)
7ª Noite - Momento da Ação de Graças
7ª Noite - Momento da Ação de Graças

  • Compartilhe este post:

Administração

Pastoral da Comunicação - Paróquia Nossa Senhora do Rosário, Remanso/BA - Diocese de Juazeiro/BA

Recent Posts

0 comentários:

ATENÇÃO:

Deixe aqui seu comentário. Fique à vontade para opinar ou somente dizer o que achou do artigo!

Proibido deixar dados pessoais como Email, MSN, Telefone, Endereço, etc.
Por favor não use palavras agressivas.
Não faça Spam.

Boletim informativo

Cadastre-se agora para receber as últimas notícias de nosso site!

Powered by Blogger.
back to top