DEUS NOS CONVIDA A SERMOS INSTRUMENTOS DE LIBERTAÇÃO

09:45 - Não comentado


O subtema refletido na segunda noite do novenário de Nossa Senhora do Rosário foi “Deus, autor da liberdade, não tolera a escravidão”. A celebração foi presidida pelo pároco da paroquia de São João Batista de Uauá, padre José Erimateia. As entidades convidadas para esta segunda noite são instrumentos de libertação à medida que desenvolvem atividades que promovem a dignidade da pessoa humana, a exemplo do IRPAA e do SASOP.

Em sua pregação, pe. José Erimateia nos recordou que o “Deus cristão é o Deus da vida, o Deus da libertação”. Podemos constatar esta certeza quando refletimos o cântico de Maria (Lc. 1, 46-56). Nele, a mãe de Jesus dá graças a Deus porque Ele sempre cumpri suas promessas, assumindo a causa dos pobres, que, iluminados com luz do Espírito e guiados pelo Evangelho de Jesus, promovem as transformações na história.  Essas mudanças são necessárias na construção de uma sociedade mais justa, solidária e fraterna.

Ao longo da história, Deus usa pessoas como instrumentos para a libertação. Maria foi um grande instrumento de libertação, porque acolheu a Palavra de Deus em sua vida. A exemplo dela, nós também precisamos ser instrumentos de libertação, tendo sempre viva a certeza que Deus age na nossa vida de maneira eficaz.

Por vezes, fechamos nossos corações à graça de Deus, porque pensamos que Ele só está presente nos momentos de alegria. Mas a vida não é feita apenas de momentos alegres. Nas situações de dificuldades, Deus está ao nosso lado para nos confortar e exigir de cada um de nós uma nova postura e uma nova atitude. É nesses momentos que precisamos manter firme a nossa fé. Quando Maria disse sim ao projeto de Deus, ela foi desafiada, mas a firmeza de sua fé em Deus a vez superar os momentos de dor.

Em entrevista a equipe da Pascom, pe. José Erimateia nos exorta a sermos, a exemplo de Maria, “instrumentos de libertação a partir de nossa fé, a partir de nossa participação ativa na Igreja e em nossas relações sociais que nós mantemos durante nosso dia-a-dia”. Assim, “a libertação depende de cada um de nós que vive a Palavra de Deus, que busca ter como exemplo e fonte vida o Evangelho de Jesus Cristo, traduzindo sua fé em obras concretas no seu dia-a-dia”, afirma o pároco de Uauá. 

Confira entrevista com Pe. José Erimateia

  • Compartilhe este post:

Administração

Pastoral da Comunicação - Paróquia Nossa Senhora do Rosário, Remanso/BA - Diocese de Juazeiro/BA

Recent Posts

0 comentários:

ATENÇÃO:

Deixe aqui seu comentário. Fique à vontade para opinar ou somente dizer o que achou do artigo!

Proibido deixar dados pessoais como Email, MSN, Telefone, Endereço, etc.
Por favor não use palavras agressivas.
Não faça Spam.

Boletim informativo

Cadastre-se agora para receber as últimas notícias de nosso site!

Powered by Blogger.
back to top