‘‘O TRÁFICO DE PESSOAS SIGNIFICA TIRAR A LIBERDADE DO SER HUMANO’’

11:58 - Não comentado


Aconteceu nesta quinta-feira a terceira noite do novenário de Nossa Senhora Rosário, padroeira da comunidade católica de Remanso. Neste terceiro dia, os fiéis presentes na praça da Igreja Matriz foram convidados a refletir a seguinte indagação: “O que é o tráfico de pessoas?” A celebração da noite foi presidida pelo padre Edilson, pároco da paróquia Nossa Senhora de Fátima em Dirceu Arco Verde Piauí. Ele também fez a reflexão do subtema proposto.

Pe. Edilson iniciou sua pregação afirmando que “o tráfico de pessoas significa tirar a liberdade do ser humano”. Traficar pessoas é, portanto, desumanizá-las, pois Deus nos fez para a liberdade e não para a escravidão. O tráfico de seres humanos, que é considerado por vários especialistas a escravidão contemporânea, é fonte de lucro, ficando atrás apenas do tráfico de drogas. Segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU), o tráfico de pessoas movimenta por ano mais de 30 bilhões de dólares. O tráfico para fins de exploração sexual é responsável por 85% desse valor.

O tráfico humano possui três modalidades: ou para fins de exploração sexual, ou para a escravidão laboral ou para fins de remoção de órgãos. Reduzida à condição de simples mercadoria, a exploração da pessoa traficada garante o lucro de alguns em detrimento de muitos. Ante esta triste realidade, nós cristãos não podemos nos manter indiferentes, pois Jesus não nos quer acomodados diante das injustiças do mundo, afirmou pe. Edilson.

A leitura do Evangelho do dia (que foi o texto escolhido para a reflexão da terceira noite) nos lembra que a missão do cristão é anunciar e tornar presente a realidade do Reino entre as pessoas. Neste trecho do Evangelho (Lc. 12,49-53), Jesus nos estimula a tomar uma decisão: assumir ou não a causa do Reino, mesmo sabendo que dizer sim aos valores do Reino pode provocar divisões até mesmo no relacionamento familiar. O cristão autêntico é aquele que não “fica em paz com sua consciência diante de realidades que atentam contra a dignidade da pessoa humana [como é o caso do tráfico humano]”, alertou o pároco da paróquia de Dirceu Arco Verde.

Após a celebração, pe. Edilson concedeu entrevista a equipe da Pascom. Ele disse que sempre que vem à novena de Nossa Senhora do Rosário fica “encantado com a participação das pessoas, do povo, com o fervor das pessoas e de sua alegria em festejar a padroeira da paróquia”. Afirmou ainda “que o tráfico de pessoas é um atentado contra a liberdade da pessoa, contra a dignidade do ser humano e contra a liberdade que Deus deu ao ser humano”. O tráfico é, portanto, uma realidade que vai de encontro à vontade de Deus, pois Ele não suporta nenhum tipo de escravidão.


A denúncia sem medo a órgãos competentes, bem como a oração tendo em vista o sofrimento das pessoas humanas vítimas do tráfico humano são gestos concretos que o cristão deve praticar na luta contra o tráfico de seres humanos, sugeriu padre Edilson.  

Confira entrevista com Pe. Edilson



Veja Fotos
PROCISSÃO DE ENTRADA
ACOLHIDA DA PALAVRA
CRISTIANE - MOMENTO DA ACOLHIDA DA PALAVRA
PE. EDILSON - MOMENTO DA ACOLHIDA DA PALAVRA
PRAÇA DA MATRIZ - MOMENTO DA ACOLHIDA AO SANTÍSSIMO
PRAÇA DA MATRIZ - MOMENTO DA COLHIDA AO SANTÍSSIMO
ALTAR - PADRES
MOMENTO DA ELEVAÇÃO DO SANTÍSSIMO

  • Compartilhe este post:

Administração

Pastoral da Comunicação - Paróquia Nossa Senhora do Rosário, Remanso/BA - Diocese de Juazeiro/BA

Recent Posts

0 comentários:

ATENÇÃO:

Deixe aqui seu comentário. Fique à vontade para opinar ou somente dizer o que achou do artigo!

Proibido deixar dados pessoais como Email, MSN, Telefone, Endereço, etc.
Por favor não use palavras agressivas.
Não faça Spam.

Boletim informativo

Cadastre-se agora para receber as últimas notícias de nosso site!

Powered by Blogger.
back to top