Museu do Sertão comemora 13ª Semana de Museus

11:35 - Não comentado


Nesta terça-feira, 26/05, ocorreu no Museu do Sertão Antônio Coelho, localizado na Rua Coronel Francisco Leobas, 586, Quadra 11, uma roda de palestras, tendo em vista as comemorações, a nível nacional, da 13ª Semana de Museus entre os dias 18 e 24 de maio.

Este ano, a 13ª Semana de Museus, trouxe como temática: Museus para uma Sociedade Sustentável. Em Remanso, foi feita uma roda de diálogo com a Profª. Maria Anália e o Prof. Edcarlos e mediação do Prof. Marcos Paulo. Estiveram presentes, estudantes de três instituições de ensino superior: Unifan, Unopar e Ágora. Além disso, o evento contou com a presença da ilustre administradora do museu, que teve a iniciativa de construir esse patrimônio imprescindível para sociedade local, Dona Marisa Muniz.

Antes de iniciar o debate, dona Marisa recitou alguns belíssimos poemas e agradeceu o público presente. Já o Prof. Edcarlos fez o reconhecimento da importância do Museu do Sertão e expressou sua alegria e de toda equipe de contar com a presença de tantos futuros profissionais da área de educação.

A análise do tema foi estritamente ecológica e dentro da perspectiva do materialismo histórico e dialético, com ênfase nas relações do homem com a natureza e com a sociedade, no processo histórico.

A situação preocupante que marca atualmente o mundo, com crises hídrica e climática e altos índices de pobreza e miséria, intensifica-se por causa do capitalismo, que sobrecarrega a natureza, o que traz e agrava muitos problemas hoje — além de prejudicar mais ainda as gerações futuras.

Em sua fala, a Profª Maria Anália recordou que o capitalismo, na busca incessante por riquezas materiais e de valor, explora de maneira incondicional a natureza, que é transformada num meio para se promover o chamado “desenvolvimento pelo desenvolvimento”. Ela fez ainda uma provocação ao modo de produção capitalista, que vê tudo como fonte de lucro, inclusive a natureza. Surge daí a necessidade de um novo modelo econômico que integre produção de bens materiais de consumo e desenvolvimento sustentável.

Já o Prof. Marcos Paulo comentou as colocações de Maria Anália, fazendo duras críticas ao sistema capitalista, que impõe um modelo uniforme de sociedade, fundamentado no individualismo, que nega a ajuda ao próximo. Este sistema também não reconhece o homem como parte intrínseca da natureza, pelo contrário: ensina que de um lado está a natureza e de outro, o eu, promovendo, assim, a decadência da humanidade.

Dessa troca de diálogo, em alto nível de aprofundamento metodológico e científico, surge então a importância do museu, que é um espaço que preserva a memória e, o que é mais importante, recorda-nos o passado para podermos planejar melhor o futuro.



Pascom-Remanso, com texto do colaborador Pascom Matheus Rodrigues


  • Compartilhe este post:

Administração

Pastoral da Comunicação - Paróquia Nossa Senhora do Rosário, Remanso/BA - Diocese de Juazeiro/BA

Recent Posts

0 comentários:

ATENÇÃO:

Deixe aqui seu comentário. Fique à vontade para opinar ou somente dizer o que achou do artigo!

Proibido deixar dados pessoais como Email, MSN, Telefone, Endereço, etc.
Por favor não use palavras agressivas.
Não faça Spam.

Boletim informativo

Cadastre-se agora para receber as últimas notícias de nosso site!

Powered by Blogger.
back to top