O eleito para Bispo Coadjutor, Frei Beto Breis escreve para todos os fiéis da Diocese de Juazeiro

16:21 - Não comentado


Exmo Dom José Geraldo da Cruz, bispo diocesano,
Estimados Irmãos no sacerdócio,
consagrados, consagradas e todo o Povo de Deus da Igreja que está em Juazeiro,

Paz e Bem!

"Com certeza, em quem é nomeado bispo surge um sentimento muito forte de responsabilidade e de amor por sua nova diocese. Sente no coração que está vinculado a essa nova realidade e deseja servi-la com todas as forças" (Cardeal Martini)

Poucas palavras expressam tão oportunamente o que sinto neste momento, desde minha nomeação para o serviço de vocês como bispo coadjutor, como essas do sábio e exímio pastor Carlo Maria Martini (+2012). Desde que o Senhor Núncio Apostólico me apresentou a eleição por parte do santo Padre tenho buscado informações sobre a sua realidade e a sua História, o que muito tem alegrado meu coração e interpelado minhas disposições interiores.

Sendo natural do Estado de Santa Catarina fiz opção já no tempo de profissão temporária de viver e trabalhar como franciscano no Nordeste do Brasil. Sou catarinense de coração nordestino, de identificação com esta terra e sua gente, de sotaque com resquícios barriga-verdes, mas com fortes marcas cearenses e pernambucanas. E isso me alegra bastante! Depois de duas décadas conciliando a dedicação do Povo de Deus em paróquias e comunidades com o serviço da formação inicial e animação dos confrades, foi-me confiado no último Capitulo (Assembleia) de nossa Província a tarefa de Ministro Provincial, de "lavar os pés dos irmãos" (como tanto frisava São Francisco). Com as mesmas prontidão missionária e humilde e sincera disposição de servir à Igreja acolhi a nomeação do Papa Francisco para ser o bispo coadjutor dessa Igreja Particular.

Minha cidade natal dica banhada por uma baia que os espanhóis ao avistarem em meados do século XVI pensaram tratar-se de um rio, o rio São Francisco... do Sul. Sentir-me-ei em casa junto às águas do "Velho Chico", com a missão de ser e "fazer pontes", estreitando laços de comunhão eclesial e estimulando uma Igreja "em saída", missionária e samaritana (como tão bem assinala a bela e reconhecida História dessa porção do Povo de Deus).

Como vocês sabem, a cidade de Juazeiro nasceu a partir de uma Missão dos frades de nossa Província Francisca de Santo Antônio (de 1706 a 1840), uma Missão marcada por contradições próprias da época, mas também por um ardor missionário com fortes acentos de despojamento (que os franciscanos chamamos de Minoridade) e abnegação que hoje nos desafiam e interpelam. A bela imagem da Virgem das Grotas, Padroeira da cidade e da Diocese, é testemunha desses primórdios da Evangelização nessas paragens baianas e acena para a presença materna da "Virgem feita igreja", como chamava o Santo de Assis. Irei movido e co-movido pela mesma Paixão pelo Evangelho e pela decisão de fazer-me irmão e servidor dos irmãos. O lema que escolhi,"Nasceu por nós no caminho" (natus fuit pro nobis en Via) é um trecho de um salmo natalino composto po São Francisco de Assis. Ao encanto pelo Senhor Oni-ponte que humildemente fez-se pequeno e pobre, nosso irmão, soma-se a exigência de seguirmos suas pegadas, colocarmo-nos permanentemente a caminho ("in via"), em permanente estado de Missão e de conversão eclesial.

Sou francisquense, franciscano e, a partir de agora, serei sãofranciscano, bebendo das àguas do "rio da integração nacional" e percorrendo ruas e estradas da Diocese com o cajado de pastor e as sandálias de frade menor.

Agradeço a terna acolhida que tenho recebido desde o anuncio da minha nomeação para esse ministério junto a vocês. Conto com suas orações para que possa assumir com fidelidade e entusiasmo a vocação de discípulo missionário e "testemunha próxima e alegre de Cristo, Bom Pastor" (DocAp, n. 187), para que seja um Pastor com "o cheiro das ovelhas" (Papa Francisco), a exemplo dos que apascentaram esse rebanho desde a criação da Diocese.

Atenciosa e afetuosamente,

Frei Beto Breis, ofm
Bispo Coadjutor Eleito

Diocese de Juazeiro Bahia.



PASCOM-Remanso, com informações da Catedral Diocesana




  • Compartilhe este post:

Administração

Pastoral da Comunicação - Paróquia Nossa Senhora do Rosário, Remanso/BA - Diocese de Juazeiro/BA

Recent Posts

0 comentários:

ATENÇÃO:

Deixe aqui seu comentário. Fique à vontade para opinar ou somente dizer o que achou do artigo!

Proibido deixar dados pessoais como Email, MSN, Telefone, Endereço, etc.
Por favor não use palavras agressivas.
Não faça Spam.

Boletim informativo

Cadastre-se agora para receber as últimas notícias de nosso site!

Powered by Blogger.
back to top